Não há razão para estar envergonhada… esteja a vontade 🙂